Perfume é uma mistura de óleos essenciais aromáticos, álcool e água, utilizado para proporcionar um agradável e duradouro aroma a diferentes objetos, principalmente, ao corpo humano. Seu nome deriva do latim per fumum, e significa “através da fumaça”.69aacb0dc7455c0c5e6b18f7f4a363d7A história do Perfume

No Egito nasceu a arte da elaboração do perfume. Por volta de 2000 a.C., os primeiros clientes foram os faraós e os membros importantes da corte, logo, o uso do perfume se difundiu, trazendo um agradável toque de frescor ao clima quente e árido do Egito.

A necessidade de contar com essências refrescantes tornou-se tão fundamental que a primeira greve da história da humanidade foi protagonizada em 1330 a.C. pelos soldados do faraó Seti I, que pararam de fornecer unguentos aromáticos. Pouco depois (1300 a.C.), coube ao faraó Ramsés II enfrentar uma revolta de peões em Tebas, que estavam indignados com a escassez de rações, de comida e de unguentos.

O químico árabe, Al-Kindi (Alkindus), escreveu no século IX um livro sobre perfumes chamado Livro da Química de Perfumes e Destilados. Ele continha centenas de receitas de óleos de fragrâncias, salves, águas aromáticas e substitutos ou imitações para droga caras. O livro também descrevia cento e sete métodos e receitas para a perfumaria, inclusive alguns dos instrumentos usados na produção de perfumes ainda levam nomes árabe, como alambique, por exemplo.

O médico e o químico persas Muslim e Avicenna (também conhecido como Ibn Sina) introduziram o processo de extração de óleos de flores através da destilação, o processo mais comumente utilizado hoje em dia. Seus primeiros experimentos foram com as rosas. Até eles descobrirem perfumes líquidos, feitos de mistura de óleo e ervas ou pétalas amassadas que resultavam numa mistura forte. A água de rosas era mais delicada, e logo tornou-se popular. Ambos os ingredientes experimentais e a tecnologia da destilação influenciaram a perfumaria ocidental e desenvolvimentos científicos, principalmente na química. A partir da Espanha foi introduzido em toda a Europa durante o Renascimento. Foi na França, a partir do século XIV, onde se cultivavam flores, que ocorreu o grande desenvolvimento da perfumaria, permanecendo desde então como o centro europeu de pesquisas e comércio de perfumes. (texto:Wikipedia)

b09541a82a3e410a3086dd0bd3121cee

Depois de saber sobre a historias do perfume…Vamos ver o video Top five de perfumes e também vamos ver a minha coleção de perfumes do meu ap do Brasil ! Sou Apaixonada…Quem gosta das maravilhosas fragrâncias da Chanel, Dior, Gucci ,Just Couture, , Jean-Paul Gaultier, Calvin Klein,Yves Saint Laurent ,Cartier, Givenchy, Lancōme,Versace,Valentino,Cavalli, Bvlgari… entre outras marcar vai amar !


image

Olá galera poderosa! Sou Patrícia Kiss e estou Aki, com uma super, incrível, maravilhosa… Máscara facial ! Um elixir de juventude feito com potentes produtos  como: óleo de coco, mel, argila e Adefort.

As máscaras faciais fazem verdadeiros milagres, sabemos bem. Eu por exemplo…sou a louca das máscaras… Kkk…( uso quase todos os dias uma diferente) e por isso vim trazer uma receita que estudei, fiz, testei e super aprovei ! Agora uso pelo menos 1 vez por semana.

Vamos falar um pouco sobre os ingredientes dessa fórmula:

image

Oleo de coco:

Quem é fã de tratamentos de beleza caseiros, certamente conhece os benefícios do óleo de côco. O óleo de côco orgânico (obtido por pressão a frio sem recurso a quaisquer solventes durante o processo de fabricação) é naturalmente hidratante, antifúngico e antibacteriano, pelo que é excelente para usar nas mais diversas aplicações de beleza. Aqui ficam algumas das utilizações mais comuns:

– Hidratante: sendo naturalmente emoliente.

– Desmaquilhante: devido à sua textura oleosa, o óleo de côco dissolve toda a mquilhagem quando aplicado sobre a pele seca. Sólido à temperatura ambiente, ao entrar em contacto com a temperatura corporal dissolve-se, arrastando toda a maquilhagem. O ideal é remover com uma cloth ou uma toalha de rosto suave embebida em água morna.

– Esfoliante: quando misturado com açúcar mascavado, o óleo de côco é um excelente esfoliante, que pode ser usado em todo o corpo e rosto. Enquanto o açúcar esfolia a pele, o óleo de côco assegura a sua hidratação.

– Máscara capilar: para quem sofre de cabelo muito seco ou frizado, o óleo de côco pode ser uma excelente máscara capilar. Aplicado no cabelo seco, deixa-se durante 30 minutos e depois lava-se o cabelo de forma habitual. Isto irá ajudar a manter o cabelo hidratado e “domado”. Se aplicado nas raízes ajuda também a combater a caspa. Pode também ser usado, em pequena quantidade, como condicionador capilar após o ducha

– Máscara facial: Receita aki no post !!!

– O óleo de coco e o coco são ótimos na rotina alimentar também

image

Mel:

O mel é um dos ingredientes naturais mais preciosos no mundo da cosmética. Sua riqueza em vitaminas e enzimas naturais dá-lhe um poder especial para cuidar da pele e deixá-la mais bonita. Se incluirmos o mel na nossa rotina de beleza, podemos comprovar como a nossa pele se renova e começa a ficar mais hidratada e nutrida.

o mel contém substâncias que colaboram efetivamente com a hidratação, cicatrização, prevenção de rugas, além de combater manchas e flacidez da pele. O mel é considerado um dos nutrientes mais ricos da natureza, contendo alta concentração de vitaminas A, D, E e C. Tudo isso faz dele um potente aliado, entre os itens destinados à beleza. Por isso, a indústria de cosméticos tem apostado cada vez mais na inclusão do mel em seus produtos.

image

Argila:

A argila é ótima para cuidar da beleza, tanto em tratamentos estéticos como em terapias. Ela é um componente de origem mineral, coletada diretamente do solo, composta por alumínio (óxido de alumínio), sílica (óxido de silício) e água.

Benefícios da Argila

Além de tratamentos medicinais, a argila é usada em tratamentos estéticos para o corpo, pele e cabelo. Conheça seus benefícios:

Favorece a reprodução celular integral, afinando e clareando a pele.

Promove a esfoliação da pele e do couro cabeludo.
Absorve toxinas e impurezas.
Promove a reconstituição dos tecidos.
Faz desintoxicação metabólica capilar, facial e corporal.
Estimula o crescimento dos fios, pois atua na circulação.
Elimina a oleosidade da pele e cabelo.
Elimina bactérias e tem efeito calmante.
Suaviza e amacia a pele.

Argila – Cores e benefícios

argila branca:

Esse tipo de argila é conhecido por seu grande poder cicatrizante e ajudar a suavizar e hidratar a pele. Além disso, devido a grande quantidade de oligoelementos encontrados nela – como os minerais cobre, zinco, magnésio, cálcio e potássio – é realizada uma revitalização da pele, diminuindo até mesmo rugas finas. A argila branca tem propriedades antissépticas, por isso é muito indicada para peles irritadas. Trata acnes e pode ser usada no corpo todo.

Nos cabelos ela atua melhorando o estado dos fios fragilizados, principalmente por causa de produtos químicos, e diminui o volume e a perda de água, tornando-o menos poroso. Não possui contraindicações.

Argila verde – De origem francesa, a argila verde é a que possui maior variedade de elementos naturais, assim, é indicada para ser aplicada tanto em peles normais como oleosas, e em qualquer tipo de cabelo. Não há contraindicações, e seus benefícios são muitos, como limpar a pele, combater edemas, servir como analgésico e cicatrizante, queimar a gordura localizada, e reduzir acnes e celulites.

Argila amarela – Esta é a argila mais comum nas clínicas de estética, já que suas propriedades são altamente rejuvenescedoras, além de desintoxicar e refrescar a pele. Isto acontece pois ela ativa a circulação sanguínea, combatendo o envelhecimento, aumentando a elasticidade da pele e reduzindo possíveis inflamações.

Argila marrom – Composta, além dos itens já citados, também por derivados do alumínio, a argila marrom reduz e em alguns casos apaga totalmente manchas superficiais e rugas. Serve ainda como poderosa esfoliante e melhora a vitalidade da pele.

Argila rosa – É a mais suave das argilas, por isto é indicada para peles mais sensíveis e delicadas. Auxilia na reprodução celular, deixa a pele mais fina e uniforme, ativa funções imunológicas, e serve como hidratação para o cabelo, deixando-o sedoso, macio, brilhoso e fazendo que os fios cresçam mais rapidamente.

Argila preta – Renova as células, é adstringente e é ideal para eliminar manchas, como as comuns em axilas e virilhas. Serve ainda, como desodorante e analgésica, além de revitalizar o organismo.

image

Adeforte:

Coringa de beleza ! Produto multi uso ! Mil e uma utilidades !!! O Adeforte é um polivitamínico, que apresenta grande concentração de vitaminas A, D e E. O medicamento, que possui uma consistência oleosa, normalmente é administrado oralmente para tratar deficiências em vitaminas. suas gotinhas dão o toque final em nossa super máscara !

Receita da máscara:

Coloque em um potinho e faça uma mistura homogênea.

Aplique com a pele limpa por 30 minutos.

1 colher de óleo de coco,

1 colher de mel

1 colher de argila

5 gotas de adeforte

Experimente você também e desfrute dessa fonte de beleza para sua pele que você mesma poderá fazer       em sua casa, ficar ainda mais linda e incluir no seu ritual de beleza essa dica fantástica !

Obrigada! Inscreva-se no canal e até o próximo post ! 💋

💻Meu Canal: http://www.youtube.com/user/byPatriciaKiss


Olá galera poderosa !

Nesse post darei as 7 dicas para ser sexy…atraente…sensual…irresistível  ! Já escrevi 2 livros sobre o tema e sou estudiosa sobre a arte da sedução ao e seus encantos  ! Então resolvi escrever aki a síntese de como ser sensual !

Vamos ao que interessa então … O top 7 de como ser sexy para as mulheres são :

1. Ter Auto estima é tudo ! Se ame ! CONFIE em vc ! Irradie feminilidade, simpatia ,educação  e sensualidade. Seja uma diva Poderosa !

2. Invista na beleza : uma boa maquiagem ,cabelos cuidados , pele bonita, unhas tratadas são primordiais !

3. Invista no visual sexy ! Mas cuidado, sexy sem sem vulgar ! Dica: se o vestido for decorado use em um comprometo mais longo ! Se for curto nada de decote profundo ! Sempre tentando equilibrar ! Salto alto completa um look sensual.

4. O modo de andar ! Caminhe com charme e elegância ! Com passos Delicados e precisos !

5. Dentes em ordem ! Alinhados, limpos e brancos .

6. O odor também tem grande valor no jogo da atração ! Banho tomado e um bom perfume são afrodisíacos !

7. Invista nos seus pontos fortes ! Se olhe no espelho e análise o Q tem de melhor ! O espelho será sempre seu grande amigo e aliado Se vc tem belos seios, use um belo decote por exemplo.Vc melhor Q ninguém sabe o Q deve esconder ou amostrar !

Meu Canal : http://www.youtube.com/user/byPatriciaKiss

Obrigada e até… 💋❤️👠💄              magiagifsdollsd60


Bolsas, eu amo!  Nós amamos! ❤️

Na atualidade a bolsa é praticamente a extensão do corpo de uma mulher. Fiel detentora de segredos e intimidades, a bolsa reflete a personalidade de sua dona, desde o interior, com suas organizações peculiares, até seu exterior, que transmite um pouco daquilo que ela deseja aparentar. Mas não foi sempre assim, houve épocas em que as mulheres viviam muito bem sem elas. Não acredita? Então embarque conosco nessa viajem pela história de nossas inseparáveis companheiras.

Não é possível dizer exatamente quando surgiu a bolsa, mas alguns registros históricos nos dão a idéia de que seja tão antiga quanto à própria civilização humana. Nas pirâmides do Egito há desenhos que mostram pessoas carregando pequenos sacos presos à cintura, amarrados com cordões.
Bolsa do século V, Servia para carregar alimentos, levada amarrada a um galho ou bastão. Fonte: sinacouro.org.br/bolsa e todavoce.com.br

image

A bolsa nasceu da necessidade dos antigos carregarem seus objetos indispensáveis as necessidades da época, como moedas, remédios, leques, tabaco , escovas de cabelo,relíquias, livros de oração e pedras preciosas. E também foi na antiguidade que nasceu a crença de que as bolsas femininas guardavam segredos, pois em algumas tribos africanas, acreditava-se que a bolsa da feiticeira continha poderes sobrenaturais que permitiam que ela entrasse em contato com as forças superiores, e nenhum homem era capaz de abri-la, porque temia.

Até o fim da Idade Média, as bolsas femininas e masculinas diferenciavam-se pelo tamanho e ornamentos. As masculinas geralmente eram maiores e feitas de couro. Existiam também as pochetes, pequenas e chatas, e os sacos que eram levados pendurados até os joelhos.
E por muitos anos, as bolsas foram usadas atadas à cintura de homens e mulheres e tinham o nome de Bolsos. Os Bolsos eram confeccionadas em diferentes tipos de couro e adquiriram tal importância que eram deixados em testamento para parentes e amigos usados igualmente por homens e mulheres. Com a quantidade de objetos carregados pelas mulheres em seus Bolsos, logo se tornou lógica a necessidade de aliviar o problema estético criados pelas protuberâncias e saliências que desfiguravam a silhueta feminina.

image

Foi então, quando os vestidos passaram a apresentar um contorno marcado na qual não havia lugar para bolsos carregados de objetos, uma nova bolsa passou a ser usada: A Retícule. As primeiras foram desenvolvidas para transportar objetos de acordo com a classe social de cada mulher, como lenços de mão, leques, cartas, cartões de visita. Desta maneira tornaram-se indispensáveis na Inglaterra e consideradas “ridicules” (ridículas) na França. Mas com o progresso do século XIX, o termo francês “ridicules” passou a ser denominado “retícule”, termo este que foi usado tanto na França como na Inglaterra a partir de 1912 para designar as bolsas da época.

É somente no século XIX que surge o termo em inglês, handbag, para designar bolsa de mão, e referia-se originalmente à bagagem de mão carregada por homens, que serviu de inspiração para produção de novas bolsas. Estas bolsas eram miniaturas das hoje conhecidas malas de viagem e vinham com fechadura, chave e compartimento para a passagem.

No final do século XIX as bolsas passaram a fazer parte somente do guarda-roupa feminino quando a princesa Alexandra, uma das líderes de opinião da moda da época, tornou popular o uso das Chatelaines. Estas pequenas e delicadas bolsas, criadas a partir de conceitos medievais, causaram um grande impacto na moda. Traziam a vantagem de deixar as mãos das mulheres livres, visto que deveriam ser penduradas na cintura, por correntes. Essas correntes produziam barulho que chamavam atenção por onde a mulher passava. Esses objetos tornaram-se acessório de ostentação entre as mulheres desse período pois o “bolso” que agora estava para fora das roupas significava que ela poderia ir onde quisesse, sem estar na presença de um homem, porque carregava consigo todas as suas posses. Tornou-se o símbolo da mulher independente.

O século XX chega então com seus avanços tecnológicos e com ele traz uma infinidade de novos materiais e possibilidades para as bolsas que se tornaram um acessório indispensável ao mundo fashion. Com novos e diferentes modelos surgindo à cada estação, especialmente desenhadas para ocasiões especiais e, mesmo, para específicas horas do dia eram produzidas com material à prova de água, perfeita para os dias chuvosos, bolsas resistentes para a praia, delicadas para eventos noturnos entre muitas outras.
No início de 1900, as mulheres começaram a ter uma participação mais ativa na vida diária das famílias. Ainda que muitas das compras fossem entregues e pagas à domicílio, começam a surgir grandes bolsas de couro, conhecidas como “bolsas de compra”. A invenção do automóvel e a facilidade das viagens de trem foram responsáveis pelo surgimento das bolsas de viagem. Feitas de couro, em uma variação das bolsas de compras, estas eram feitas para acompanhar os viajantes e não eram entregues aos carregadores.

Foi durante a primeira guerra que a emancipação feminina foi impulsionada e a mulher não estava mais limitada a um estilo de vida, a etiqueta feminina foi revista, sofrendo alterações. A bolsa, na época com bastante brilho, servia principalmente para guardar maquiagem como batom e esponja para pó de arroz, além de indispensáveis balas de menta.
Com a revolução da moda na década de 20, as bolsas já não precisavam combinar perfeitamente com os trajes, como era de praxe nos anos anteriores. Na Época dominava a bolsa carteira, usadas sob o braço.

Já na década de 30, apesar da crise financeira gerada pela Quebra da Bolsa de Nova York, foi um período de muita produção artística e cultural. Passou-se a usar materiais mais baratos, como o plástico, para fabricação de bolsas. As bolsas continuavam pequenas e com fechos de metal. Perto do final dessa década começaram a ficar um pouco maiores e diversificadas quanto aos materiais, eram usados couros de crocodilo, jacaré, leão marinho entre outros. Devido à grande preocupação com maquiagem e beleza, as bolsas dessa época ganharam compartimentos para maquiagem, com espelho e porta batom.

Durante a Segunda Guerra Mundial (1939-1945). Muitos materiais sumiram do mercado e foi preciso usar de muita criatividade para substituí-los. Em meio a toda agitação e transtornos provocados pela guerra, a década de 40, instiga pela adversidade, sendo uma das mais produtivas neste século.
As bolsas de couro eram raras e por isso mais desejadas do que nunca, muitas foram confeccionadas em tecido. Durante esse período não se podia separar a imagem da mulher dos acessórios arthistoria-bolsas-12esanais, que faziam o charme de sua aparência.
Apesar de algumas bolsas já serem confeccionadas com o revolucionário zíper, houve uma restrição com relação ao seu uso e também com o fecho de metal, surgindo assim outros materiais como a madeira.
A moda está nas imensas bolsas-cestos, fabricadas em pele de cobra, sobretudo a píton, o fino do fino consistindo em prendê-las no cinto.
Eram também bastante comuns, bolsas do tipo alforje, de tecido. Em 1941, surgem bolsas de madeira, lançadas por Lelong, que ganharam popularidade e invadiram as ruas.

A década de 50 trouxe importantes estilistas como Louis Vuitton e Hermes e Chanel que foi uma das primeiras marcas a criar uma bolsa elegante com alça a tiracolo historia-bolsas-13(em 1955) para permitir, segundo a própria marca, que as mulheres ficassem com as mãos livres. E também nesse periodo que a marca Hermes lança a famosa bolsa Kelly, que ganhou esse nome, em homenagem a princesa Grace de Mônaco.

image

A moda da década de 50 era conservadora e elegante, porém a bolsa é o acessório mais versátil da moda, existindo em todo tipo de material, cor e tamanho.
Nessa decada a mulher adota a linha casual, a televisão invade os lares e passa a ditar regras. Bolsas em formato de caixa, as bolsas box, tornaram-se comuns, bem como a bolsa bracelete. O bambu começa a ser usado para fabricação de alças de bolsas. No Brasil, a moda era copiada da Europa e dos Estados Unidos, e o centro de tudo era o Rio de Janeiro.

image
A bolsa de couro em matelassê com alças de corrente, um clássico da moda, foi criada por Chanel em 1955. Essa bolsa foi batizada de 2.55, porque foi idealizada em fevereiro de 1955. A inspiração veio das corridas de cavalos .

Na década de 60 a moda está voltada para os jovens, que adotam aparência mais simples e despojada. No início dessa década ainda eram muito comuns as bolsas carteira, com padronagens e estampas, em couro ou sintético. Bambu e acrílico também eram muito usados. As bolsas receberam influências de movimentos artísticos como Pop Art estampas geométricas e influência do movimento hippie, o Flower Power.

As bolsas a tiracolo começaram a ser bastante utilizadas pelas aeromoças e popularizaram-se, tornando-se uma peça básica.
Nessa época, o zíper passa a ser amplamente usado no fechamento das bolsas. Também nesse período algumas mulheres passaram a adotar o uso de pastas executivas masculinas, que logo ganharam suas versões femininas.

image

Mais um ícone das bolsas de luxo foi lançada em meados 1965, a bolsa Jakie O. da Gucci. Reza a lenda que depois que Jackie Onassis aparaceu com a bolsa, que usava com frequência nos anos 60, as mulheres invadiram as lojas Gucci procurando a dita. Também é conhecida como “bouvier”, nome de solteira da ex-primeira dama dos Estados Unidos.

image

Outra estrela das bolsas nascida com nome de Express e rebatizada na década de 1960 como Speedy da Louis Vuitton, era originalmente uma mala de viagem. Com o passar do tempo, foi ganhando versões menores. Hoje, pode ser encontrada em cinco tamanhos e em todos os couros e monogramas das coleções. A mais vendida é a Speedy 25 que nasceu de uma encomenda feita pela atriz Audrey Hepburn, em 1965.

Na década de 70, houve uma mistura muito grande de estilos, sendo difícil definir uma única moda. Passou-se pelo movimento hippie, new historia-bolsas-19romantic,liberty, entre outros. Usou-se de tudo, e os estilos variavam de estação para estação. O movimento hippie dos anos 60, com seu vestuário ecologicamente consciente e anticonformista exerceu uma influência indiscutível nos anos 70. Houve um grande revival na moda, buscando inspiração no passado, contudo com uma cara nova. Uma destas correntes foi o New Romantic, tendência que privilegiava as estampas florais, acabamentos em renda, chapéus de palha e uma série de acessórios com ares românticos da década de 1930.

O estilo Liberty (padronagens com mini flores) adornados com bordados eram usados tanto nas roupas como nas bolsas.
As bolsas com armação de metal, e as de estilo envelope, usadas na década de 30, voltaram a ser usadas. E as Mini bolsas com longos cordões usadas na transversal do corpo, era um acessório de moda para quem queria aparecer nas pistas de dança.

Na década de 80, conhecida como “os anos dos contrastes”, trabalha-se com inspirações do passado e idéias nostálgicas. Existem várias vertentes na moda e harmonia entre opostos como feminino x masculino, simples e exagerado. É também a década das tribos urbanas.
As bolsas estilo sacola foram muito usadas, porque eram práticas para as mulheres que estavam no mercado de trabalho. Também essas mulheres começam a adotar o uso de pastas executivas. Porém bolsas e sapatos deveriam estar coordenados. Mochilas de nylon entram em cena devido à febre de freqüentar academias. A pochete, levada na cintura também era bastante utilizada.

A década de 90, sofre influência do estilo minimalista, a simplicidade levada ao extremo.
Para alegrar as coleções minimalistas, estilistas lançaram mão das cores cítricas. As bolsas passam a ter também compartimentos para atender as necessidades da mulher da época, como porta-celulares, porta chaves e outros. As mulheres passam a investir mais em acessorios.
Nessa decada nasce mais um novo clássico, Lady Dior, Uma bolsa de princesa. Foi esse o presente que a então primeira-dama francesa Bernadette Chirac queria dar a lady Di. Então, em 1995, ela comprou um modelo lançado pela maison de Christian Dior. Não demorou nada para que Diana fosse clicada com a sua nova bolsa, que, em janeiro do ano seguinte, chegou às lojas batizada de Lady Dior.

image
Para muitas mulheres, a bolsa é um estilo de vida, e não somente um acessório de moda.
A bolsa revelou-se um acessorio importante para valorizar o visual, por isso a necessidade de terem varios modelos em casa, além de carregarem também valores sentimentais. Na moda são as pequenas coisas que significam muito, um pequeno objeto como a bolsa pode carregar muitas histórias sobre a vida, poder e religiosidade.

O que uma mulher põe na sua bolsa é muito importante para ela, e faz com que se torne um objeto completamente pessoal, porque contém um segredo, e esse segredo dá à mulher sensação de poder. Tradicionalmente, para uma mulher, a bolsa leva os artefatos de que ela fará uso durante o dia, mas leva também sua pequena fábrica de beleza, que é muito importante na identidade de cada mulher.

Obrigada e até.


Olá poderosas! Estou de volta para falar de algo que amo ! Nós amamos !

O cantinho de maquiagem.

O cantinho da beleza pode ser pequeno ou grande…

Mas ele tem que ser organizado e cheio de makes… kkk

I love MakeUp

Abaixo mais inspirações de penteadeiras para um cantinho de maquiagem dos sonhos ou o possível…
O importante é ter seu cantinho de beleza.


 


image

image

Até o próximo post

Patrícia Kiss

Patrícia Kiss
Autora de Livros, Modelo e Digital Influencer
Pós-graduada em Cosmetologia e Estética

✈ Moda, Beleza, Lifestyle and Viagens ✈

Últimos Vídeos

Calendário de Post

agosto 2020
D S T Q Q S S
« out    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

Novidades por e-mail

Coloque aqui seu e-mail!